Por que 2016 está mais fresco e chuvoso? Fenômenos Climáticos

Grup.cf
Seja muito Bem-vindo(a)! Compartilhe conhecimento.

fenômenos climáticos: Ultimamente, algo está muito diferente nos ambientes brasileiros. Frescor mais prolongado, muita precipitação e umidade relativamente alta, tem surpreendido muita gente no nosso estado e país.

Tal surpresa pode ser explicada de uma forma muito simples, fazendo somente algumas comparações. 2015 ao contrário de 2016, apresentou intenso calor e seca, intensificando diversos impactos na natureza.

Slider: images not found

No entanto, o que causou esta inversão climática?

O que pode explicar este processo são os fenômenos climáticos. Estes mesmos tem comportamentos característicos distintos, que influenciam diretamente no clima. Por exemplo, o fenômeno El niño traz mais calor e seca para o Brasil, enquanto que a La niña, inverte esta perspectiva, trazendo mais frescor e chuva.

La niña

é o fenômeno climático que está vigorando no presente ano. E, por incrível que pareça, ela possui métodos parecidos com o seu irmão, El niño. A única diferença, e é a que os difere, é no caso o resfriamento (La niña) e o aquecimento (El niño) no oceano pacífico, regulando o clima no mundo.

Por que devemos nos preocupar?

Tais fenômenos esclarecidos acima, podem ser intensificados com as nossas ações. Isto pode ser explicado pela teoria da Biosfera, quando colocamos em desordem as ações sobre a natureza, com toda a certeza, esta desordem influenciará em consequências no futuro.

Por exemplo, por mais inofensivo, pequenas coisas podem intensificar a consequência de tais fenômenos. Uma embalagem de bala não poderá acabar com o planeta, normal, você pode pensar; agora imagine se todas as pessoas de sua cidade pensasse o mesmo e, ao invés de descartar o lixo em local seguro, jogasse no meio da rua. Só poderíamos imaginar o caos, mas é isso que acontece na verdade.

CONCLUSÃO:

Os fenômenos climáticos não podem ser extinguidos, no entanto, podemos diminuir a intensidade do impacto exercido por eles. Podemos ser pequenos em comparação a terra, mas somos peças essenciais para a manutenção da mesma.