Primeira Guerra Mundial: A guerra mais sombria do mundo moderno

Neste esboço iremos denotar os fatos que tornaram a Primeira Guerra Mundial, a mais terrível e sangrenta guerra de todos os tempos.

Estopim:

A unificação da Itália e Alemanha é considerado o verdadeiro inicio para o conflito posterior, em 1914. Durante o período, os países então recém desenvolvidos com a contemplação da revolução industrial, iniciaram um movimento chamado de neo-colonialismo, no qual consistia na conquista de regiões exteriores, ou seja, em outros continentes.

Tal movimento tinha como nicho a “colonização” de países retardatários (países que não participaram da revolução), explorando-os para alimentar sua economia. Até este momento, o planeta se encontrara muito “justo” e pequena aos europeus, tornando mais instável e perigosa a política de vizinhança dentre estes mesmos. No entanto, coube a Alemanha e Itália a porem mais combustível na lenha, por entrarem neste pequeno grupo mas de forma tardia.

Como se não bastasse a insegurança de paz, o próprio processo de unificação destes países foi conturbado, por exemplo, a Alemanha declarou guerra aos francos (franceses) tirando deles dois importantes polos industriais: a Alçacia e Lorena.

Alianças: A morte de Francisco Ferdinando, herdeiro da Áustria- Hungria, foi considerado o motivo ideal para o primeiro embate, porém, não foi só ele, já que grande parcela da culpa foi das alianças, que se encarregaram de globalizar o conflito. Então a partir deste capítulo, e também a ousadia da Áustria-Hungria e outros impérios, iniciou-se a fatídica Primeira Guerra Mundial, a guerra para acabar com as guerras.

Período: 1914-1918.

Jovem Bósnia: Organização que reivindicava a Grande Sérvia, e a independência de países eslavos. Um de seus integrantes foi acusado pelo assassinato de Ferdinando, herdeiro Austro-húngaro.

Tríplice Entente: Russia, França, Império Britânico, Itália, Reino da Sérvia, Portugal, Brasil, Estados Unidos.

Tríplice Aliança: Alemanha, Áustria-Hungria, Império Turco-Otomano, África, Bélgica.

Descomplica

Clique no botão para acessar a parte 2 deste artigo “Primeira Guerra Mundial: Fotografias que explicam o Conflito”