Doenças da infância e adolescência

As fases da infância e adolescência constitui-se em fases muito críticas para o desenvolvimento do corpo humano, pois nelas o organismo sofre constantes mudanças ou ainda não possui uma defesa consolidada.

Para tal afirmação podemos citar a imaturidade do sistema linfático, em crianças, e o período de extrema mudança e estresse da maturação sexual em adolescentes, a puberdade.

Diante desses eventos que são normais em todo ser humano, algumas doenças podem se desenvolver. Então, conforme o tema, segue a lista das doenças mais comuns na infância e adolescência.

Veja também:

Sarampo

Principais sinais:

  • Febre alta, acima de 38,5°C;
  • Dor de cabeça;
  • Manchas vermelhas, que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas, e, em seguida, se espalham pelo corpo
  • Tosse;
  • Coriza;
  • Conjuntivite;
  • Manchas brancas que aparecem na mucosa bucal conhecida como sinal de koplik, que antecede de 1 a 2 dias antes do aparecimento das manchas vermelhas

Transmissão:

É contagioso. Pode ser transmitido por gotículas na fala, espirro, tosse; é uma infecção grave, mas pode ser prevenida por meio de vacina.

Caxumba

Os principais sintomas da caxumba são:

  • Inchaço e dor nas glândulas salivares, podendo ser em ambos os lados ou em apenas um deles.
  • Febre.
  • Dor de cabeça.
  • Fadiga e fraqueza.
  • Perda de apetite.
  • Dor ao mastigar e engolir.

Transmissão:

Pode ser transmitido de duas formas, pela forma direta e indireta. A forma direta a transmissão se da por gotículas, assim como o sarampo, ou pelo contato direto com salivas de pessoas infectadas.

A indireta se dá pelo contato com fômites infectados, objetos que possuam saliva contaminada.

Possui um período de incubação de 12 a 25 dias e a prevenção é feita por meio de vacina.

Catapora

Sintomas:

Lesões na pele, que se apresentam de forma evolutiva, coceira e sensação incômoda na pele.
Além disso, a Varicela pode resultar em febre moderada e sintomas sistêmicos, como mal estar, cansaço, dor de cabeça e perda de apetite.

Transmissão:

Ocorre por meio direto e indireto. A transmissão direta ocorre através de gotículas, por secreções respiratórias, ou pelo contato direto nas lesões.

A forma indireta ocorre com fômites, objetos contaminados. O período de transmissão pode ser de 14 a 16 dias, mas pode variar entre 10 a 20 dias após o contato.

A prevenção é feita pela vacina, no entanto, não se encontra disponível de forma universal no SUS.

Mononucleose infecciosa

Sintomas:

Essa infeccção pode ser assintomática (sem sintomas) ou apresentar-se com febre alta, odinofagia (dor ao engolir) , sintomas constitucionais, tosse, artralgias (dor nas articulações) , adenopatia cervical posterior simétrica, que pode se generalizar, esplenomegalia (Baço aumentado), hepatomegalia discreta (fígado aumentado), raramente com icterícia (cor amarelada na pele), erupção cutânea, comprometimento do orofaringe sob a forma de faringo-amigdalite exudativa (secreções nas amígdalas).

Transmissão:

Inter-humano pelo contato íntimo de secreções orais (saliva); é rara a transmissão através de transfusão sanguínea ou contato sexual. popular doença do beijo.

Período de incubação: De 30 a 45 dias.

Fonte: Ministério da Saúde – Brasil.